Guerrilheiro Virtual

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

A rede sem peixes de Marina


A ex-senadora que sonha com a presidência da República criou uma seita, não um partido político
 
Leonardo Attuch, Brasil 247
 
Concebido por seus idealizadores para ser o grande fato político de 2013, o partido Rede Sustentabilidade, da senadora Marina Silva, corre o risco de se transformar num retumbante fiasco. Até agora, são apenas três os deputados que se deixaram fisgar pelo projeto de Marina: o maranhense Domingos Dutra (ex-PT), o carioca Alfredo Sirkis (ex-PV) e o paulista Walter Feldman (ex-PSDB). Muito pouco para uma legenda que tem pretensões presidenciais e planeja repetir, em 2014, o desempenho de Marina em 2010, quando ela conquistou quase 20 milhões de votos pelo PV.
 
Ainda que os propósitos sejam totalmente distintos, a comparação com o PSD, de Gilberto Kassab, é inevitável. Em pouquíssimo tempo, o partido do ex-prefeito de São Paulo montou uma bancada de 52 deputados federais, uma das maiores da Câmara dos Deputados, garantindo o direito de beliscar recursos do Fundo Partidário.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

”Sendo este um espaço democrático, os comentários aqui postados são de total responsabilidade dos seus emitentes, não representando necessariamente a opinião de seus editores. Nós, nos reservamos o direito de, dentro das limitações de tempo, resumir ou deletar os comentários que tiverem conteúdo contrário às normas éticas deste blog. Não será tolerado Insulto, difamação ou ataques pessoais. Os editores não se responsabilizam pelo conteúdo dos comentários dos leitores, mas adverte que, textos ofensivos à quem quer que seja, ou que contenham agressão, discriminação, palavrões, ou que de alguma forma incitem a violência, ou transgridam leis e normas vigentes no Brasil, serão excluídos.”