Guerrilheiro Virtual

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Guimarães cobra mesmo rigor para propinoduto tucano

Carol Siqueira / Agência Câmara - O líder do PT, deputado José Guimarães (PT-CE), usou a tribuna do Plenário nesta tarde para reafirmar a inocência do PT no chamado escândalo do mensalão, que levou à cadeia o deputado licenciado José Genoíno (SP) e o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. Os dois foram condenados pelo Supremo Tribunal Federal por formação de quadrilha e corrupção ativa.

Guimarães, que é irmão de Genoíno, disse que o PT não comprou apoio no Congresso, como diz a ação penal. "Esse crime o PT não cometeu, porque o PT não é corrupto e muito menos aqueles presos são corruptos. Se cometeram erros, foram erros da política brasileira, porque ela gera caixa dois e ninguém quer discutir o financiamento público de campanha", disse Guimarães, que reforçou a tese da defesa de que os petistas cometeram crime eleitoral, não corrupção.

O líder do PT disse que não vai aceitar a criminalização do partido e cobrou da Justiça o mesmo rigor contra os deputados do PSDB envolvidos no escândalo do metrô e contra outros envolvidos em escândalos de colarinho branco. "[o banqueiro Salvatore] Cacciola, [o bicheiro] Carlos Cachoeira, Daniel Dantas, todos soltos por esse mesmo tribunal [O STF]", criticou Guimarães. "Não fizemos negociatas à época do governo Lula. Quem fez negociata foi o PSDB quando comprou a reeleição", atacou.

O deputado disse que esteve no Complexo Penitenciário da Papuda (DF) hoje visitando o irmão que, segundo ele, está sendo tratado com desumanidade. Genoíno passou por uma cirurgia cardíaca neste ano e já pediu a prisão domiciliar por questão de saúde. "Ele não pode comer, porque tem problemas de coagulação. Não adianta medicamento sem dieta. Estão praticando as mais altas brutalidades", disse.

Guimarães ressaltou ainda que o julgamento tem o objetivo de interromper o processo de mudanças iniciado pelo partido. "A resposta virá em 2014", desabafou. Ele foi aplaudido por outros deputados petistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

”Sendo este um espaço democrático, os comentários aqui postados são de total responsabilidade dos seus emitentes, não representando necessariamente a opinião de seus editores. Nós, nos reservamos o direito de, dentro das limitações de tempo, resumir ou deletar os comentários que tiverem conteúdo contrário às normas éticas deste blog. Não será tolerado Insulto, difamação ou ataques pessoais. Os editores não se responsabilizam pelo conteúdo dos comentários dos leitores, mas adverte que, textos ofensivos à quem quer que seja, ou que contenham agressão, discriminação, palavrões, ou que de alguma forma incitem a violência, ou transgridam leis e normas vigentes no Brasil, serão excluídos.”